segunda-feira, 3 de setembro de 2012

AS 15 MÚSICAS MAIS MARCANTES DO KID ABELHA


Vida de técnico não deve ser fácil: escolher entre os melhores atletas aqueles que vão disputar uma competição em nome do país. Selecionar as frutas mais tenras para uma sobremesa, o vinho para acompanhar o prato da noite romântica. Dilemas do cotidiano que nos trazem aflições. Lista é mania no mundo: os 10 mais ricos, as cem mais sexy, as mais tocadas da semana. E neste conflito, demorei para fazer uma seleção das preferidas e mais marcantes  do Kid Abelha, já que entre tantos CDs, singles, participações, eu gosto de todas. Afinal, ela ainda é a melhor banda da minha vida.

Não há ordem cronológica, talvez momentos especiais. Se fosse produtor musical, elas não estariam em um único disco. Esta escolha possui parte dos vários anos em que os Abóboras Selvagens fazem parte do meu mundo paralelo. Aquele que gente constrói em sonhos e vai curtindo durante a realidade. Estas canções são minha história, minha rotina, meus amores, dissabores, alegrias, conceitos. Momentos.

Claro, que Uniformes, está no topo. Foi marcante sair da adolescência sem máscaras, mas encarando personagens sociais. Personagens inspirados nas músicas abaixo:
2) Fixação – lembranças daqueles que insistem em ficar na sua mente, mesmo quando deixam de ser importantes
3) Lágrimas e Chuvas e Fórmula do Amor – gestos e atitudes, o que somos, o que seremos, a formação de um caráter
5) Os outros – quem não teve um amor/amizade para servir de padrão para as outras escolhas?
6) Grand Hotel, Seu espião, Eu gosto de ser cruel – o primeiro contato com o Kid Abelha – pelas letras , foi amor ao primeiro CD, e estas fazem parte de boas histórias
9) Não vou ficar – sempre temos aquele momento de dizer não e dar a volta por cima
10) Combinação – nossos tratos, nossas concessões, enfim, a vida é uma troca para se viver bem quando se está junto
11) A moto – esta música é libertadora. Sair por aí sem destino numa moto é metáfora pra dizer: mude
12) Apenas timidez - sou tímido, isso basta para explicá-la
13) Por que eu não desisto de você - não gosto de perdas. Ninguém gosta. Luto contra isso, e perder é algo que me incomoda muito
14) Esotérico e Curvas das Estradas de Santos – a primeira de Gilberto Gil e a outra de Roberto Carlos, cantadas por Paula Toller dão outros sentidos à vida: o que somos sem Deus? A vida não é nada sem Ele...e nestas  curvas, são tantas histórias...

A escolha foi intensa. Complicada de fazer, porém esta lista resume o meu Kid Abelha.
Agora é a sua vez: conte-me o que cada música revela sobre a sua identidade. 

4 comentários:

  1. Não importa o quão mau administrador do tempo eu sou pra estar do lado daqueles que gosto, Kid Abelha sempre me lembra pessoas bacanas - e, talvez, você seja grande parte desta lembrança bacana. Ainda tenho o CD "Meu Mundo Gira em Torno de Você" que você me deu.

    Combinação e Apenas Timidez passaram a ser especiais pra mim desde então. Forte abraço. Salvador

    ResponderExcluir
  2. A moto nao fala sobre sair de moto, mas sim sobre sair de carro! E quando ela vê a moto, desliga o piloto automatico, do contrário, teria batido! Entendeu?

    ResponderExcluir
  3. Anônimo: eu não expliquei a música, o que ela diz...eu dei minha interpretação sobre usar uma moto...

    ResponderExcluir
  4. Conspiração Internacional marcou uma fase da minha adolescência. Graças a Deus, a vida melhorou. ;)

    ResponderExcluir

LinkWithin